Musculação para corredores

Em médio prazo, diversos benefícios poderão ser observados, tanto no desempenho, quanto na prevenção de lesões.

A prática da musculação por corredores é um assunto bastante polêmico. Ainda hoje, muitos praticantes da corrida apresentam certa rejeição, amparados em mitos, como o de que "a musculação deixa o corpo pesado" ou "a musculação deixa travado".

De facto, uma pessoa que nunca fez musculação sentirá um leve desconforto após os primeiros treinos, podendo até ter uma percepção de diminuição da mobilidade.

Todavia, essa sensação é temporária e os desconfortos iniciais tendem a diminuir com a continuidade dos treinos. Em médio prazo, diversos benefícios poderão ser observados, tanto no desempenho, quanto na prevenção de lesões.

Essas informações vêm contribuindo para um melhor entendimento acerca do tema e, vagarosamente, o número de corredores que aderem à musculação vem crescendo.

Ainda assim, o foco principal do programa de treino de musculação para esse público é a resistência muscular..

Contrariando o senso comum, evidências científicas recentes têm demonstrado que a musculação é mais efectiva para os corredores quando realizada com altas cargas (força máxima) ou altas velocidades (força rápida).

Esse tipo de treino, quando complementar a corrida, proporciona adaptações neuromusculares que contribuem para uma melhora na perfomance do atleta, ou seja, o corredor passa a gastar menos energia para desempenhar a mesma velocidade.

É sempre bom lembrar que a ênfase sobre a resistência muscular no treino de musculação pode conduzir ao overtraining (excesso de treino), já que os corredores treinam exaustivamente essa capacidade física.

Resumindo: A musculação pode ser benéfica aos corredores, principalmente, se enfatizadas as forças máxima e rápida. Entretanto, ela deve ser explorada como actividade complementar ao treino específico de corrida.

Para um melhor aproveitamento das actividades, aconselha-se, sempre, o acompanhamento de um profissional de Educação Física.

Fonte: www.o2porminuto.com.br - Por Cauê S. Teixeira