O que comer após o treino

Para maximizar os efeitos de um bom exercício, é importante saber o que comer após o treino. Mesmo que não tenha fome, o seu corpo vai estar a precisar de calorias. Veja então como pode fazer um snack ou refeição saudável logo a seguir a corrida.

Líquidos

É essencial beber água após o exercício. Mas o seu corpo também vai precisar de nutrientes. É por isso que para pessoas que não conseguem comer muito (ou simplesmente comer!) a seguir ao treino, uma bebida isotónica é o ideal.

Se fez um treino longo, de mais de uma hora, por exemplo, a bebida ideal deve conter pelo menos 10 gramas de proteínas e 30 gramas de hidratos de carbono. Uma bebida ou batido à base de proteína do soro do leite (whey) também funcionará muito bem. Mas é bom também comer uma refeição mais "completa" até 60 minutos após o fim do treino.

Proteínas

Embora as proteínas em forma líquida, como a proteína de soro de leite, sejam de mais rápida absorção, não deve menosprezar as fontes de proteína mais "tradicionais, como:

- Ovos,
- Peixe,
- Frango (e outras carnes magras),
- Leite,
- Queijo,
- Gelatina,
- Iogurte.

Hidratos de Carbono

Para repor os hidratos de carbono os alimentos recomendados são:

- Massa integral com molho de tomate,
- Mel,
- Geleias,
- Banana,
- Arroz,
- Batata,
- Pão,
- Cereais à base de milho,
- Frutos secos.
Não Ingira Gorduras

Nem todas as gorduras são más, mas o pós-treino não é a melhor altura para ingerir gorduras, mesmo que sejam boas. Isto porque os lípidos abrandam o processo de digestão das proteínas e hidratos de carbono que também ingerir, e o seu corpo vai precisar deles o mais depressa possível!

Quando Comer?

É importante dar ao corpo o que ele necessita após o fim do treino o mais rapidamente possível. Ao fazer isso vai permitir ao seu corpo reparar o músculo "desgastado" durante o treino. A boa notícia é que as calorias ingeridas vão ser usadas para reparar e recuperar e não para acumular gorduras!

Para além disso, essa capacidade de reparação e recuperação diminui drasticamente à medida que o tempo passa, podendo diminuir em até 50% se comer apenas duas horas após o treino.

Fale com o seu Nutricionista

Estas são dicas gerais. Lembre-se de falar sempre com o seu nutricionista, que é o especialista que vai ajudá-lo a criar um plano específico para as necessidades do seu corpo e em função do seu peso e objectivos.

Outro pormenor a ter em conta é aquilo que vai comer antes do treino, que também vai fazer uma grande diferença a longo prazo nos efeitos produzidos pelo exercício. E em alguns casos também é benéfico comer durante o treino.

Fonte: www.online.pt